Rodaverde.com

Blog / Notícias

Os Avanços do Fórmula Tesla UFMG para 2020

A equipe Fórmula Tesla UFMG é um projeto de extensão da Universidade Federal de Minas Gerais. Ela conta com um time de alunos de graduação que participa de todas as etapas de projeto, construção e testes de um protótipo elétrico do tipo fórmula para a competição Fórmula SAE Brasil.

No texto anterior sobre a equipe, apresentamos como ela tem lidado com a pandemia (link). Agora iremos apresentar alguns avanços que, apesar das adversidades, conseguimos alcançar. 




Neste ano, enfrentando o isolamento imposto pela pandemia, não foi possível iniciar a fabricação antecipadamente. Entretanto, isso foi contornado dadas as alterações propostas na estrutura organizacional da equipe, que nos permitiram definir objetivos gerais claros para cada subsistema e definir os requisitos de cada projeto almejado. O acompanhamento de tarefas de perto e a preocupação com a situação dos membros também foram essenciais para chegássemos ao patamar atual.

Na eletrônica, trabalhamos com a atualização de hardware de diversos módulos já desenvolvidos anteriormente pela equipe. Os novos projetos permitem um uso maior de sensores e configurações, além de aprimorar a capacidade de processamento. Junto a isso, passamos também por reestruturações em relação aos nossos códigos, aumentando sua modularização e legibilidade. 

Os estudos em relação ao powertrain utilizado e aos controles dinâmicos também foram aprofundados com o aprimoramento de simulações, que permitem ter uma prévia do desempenho do protótipo sem a necessidade de testes. O banco de baterias trará mudanças na estratégia de arrefecimento e de gestão energética das células, aperfeiçoando também as estimativas de carga e de saúde do conjunto.




Além disso, pudemos realizar o estudo e projeto dos encapsulamentos de todos os módulos da eletrônica, de modo que estejam adequadamente protegidos das intempéries.

Na mecânica e aerodinâmica, conseguimos reduzir a massa de diversos componentes, incluindo o chassi, os freios, a direção e a transmissão, mantendo sempre a confiabilidade e resistência. 

As mudanças de materiais, geometrias e fixações de componentes, baseadas em diversas análises técnicas e simulações computacionais, também são grandes responsáveis pela futura melhora na montagem, manutenção e ergonomia do protótipo.

Por fim, foi possível prosseguir com o desenvolvimento de uma ferramenta de análise de dados, que auxiliará nas avaliações de desempenho do protótipo e dos pilotos em relação aos anos anteriores, bem como na validação de todos os projetos.




Como podemos ver, o Fórmula Tesla tem bastante criatividade em lidar com adversidades, usando delas para se sobressair ao máximo. Assim, pretendemos alcançar bons resultados na próxima competição, que está prevista para março de 2021, em Piracicaba (SP).



< VOLTAR
© 2020 Rodaverde.com - Todos os direitos reservados ||
Criação de sites: Trupe Agência Criativa