Rodaverde.com

Blog / Notícias

Vendas de veículos elétricos e híbridos se recuperando em junho após alguns meses em baixa por causa do Covid-19.

Em colaboração com Bright Consulting.

EMPLACAMENTOS JANEIRO - JUNHO 2020:
- Após baixas vendas em abril e maio, em junho houve leve recuperação para veículos elétricos e híbridos e estão de volta ao patamar de março.

- As vendas de veículos 100% elétricos em junho ficaram acima do apresentado em fevereiro, ou seja, um mês antes do impacto do Covid-19. Os veículos híbridos também estão se recuperando bem, mas em junho ainda estavam abaixo dos níveis de fevereiro de 2020.

- híbridos gerando 95% das vendas da categoria (Carros Elétricos);

- híbridos: Toyota Motor Corp., com 64% das vendas de híbridos no Brasil, em junho líder absoluto, mas a Volvo em junho também mostrou vendas altas (volume XC 60)

- elétricos: várias marcas no Top 5, com o Audi E-Tron gerando> 30% do volume total.

Emplacamentos de veículos elétricos e híbridos Brasil primeiro semestre de 2020:

Híbridos:
Após um início bem-sucedido em 2020, as vendas em março e abril diminuíram significativamente. Embora os volumes tenham normalizado em maio e junho, ainda não se aproximam dos volumes de janeiro e fevereiro.

O líder absoluto no segmento continua sendo o Toyota Corolla. O Lexus UX250H mostrou uma recuperação relativamente lenta "pós-Covid-19" em comparação com outros veículos no segmento dos híbridos.


Elétricos:
As vendas de veículos elétricos foram severamente impactadas pela crise do Covid 19 e especialmente abril foi abaixo da média, abaixo até das vendas no mesmo período em 2019. A partir de maio as vendas voltaram a aumentar, com maio e junho já terminando acima dos volumes registrados em janeiro e fevereiro de 2020. 

As vendas de veículos elétricos foram lideradas pelo recém-lançado Audi E-Tron e pelo Chevrolet Bolt. O Jaguar i-Pace também mantém volumes relativamente altos ao longo do primeiro semestre de 2020.

Observações:
A participação de veículos 100% elétricos no segmento de veículos elétricos e híbridos diminuiu de 5,8% em 2019 para 4,7% em 2020. Este é o resultado de um forte crescimento no segmento híbrido, impulsionado pela introdução de alguns modelos de geração de alto volume (como o Toyota Corolla e o RAV4), mas também a introdução de outros modelos híbridos, como BMW (330E e X5) e Porsche (Cayenne).

No Rodaverde.com, acreditamos que a recuperação dos volumes, como vimos especialmente em junho, continuará durante o segundo semestre de 2020 e que o momento positivo que vimos para o início de 2020 continuará no ?pos Covid-19?.
Para o segmento 100% elétrico, acreditamos que vamos ver mais vendas dos modelos mais "populares", que devem aumentar o volume do segmento.

Frank Eulderink, 
Carlos Eduardo Koch 

Para mais detalhes e dados de emplacamentos, referimos ao nosso parceiro Bright Consulting (http://brightisd.com/).
As conclusões acima, exceto os dados reais do mercado, são interpretações, observações e opiniões de Rodaverde.com. Nenhum direito pode ser reservado das interpretações apresentadas.





< VOLTAR
© 2020 Rodaverde.com - Todos os direitos reservados ||
Criação de sites: Trupe Agência Criativa